Avançar para o conteúdo principal

SEMANA DA VIDA DIA-A-DIA (Sábado, 20) Ser Ancião: A graça da sabedoria

Muitas famílias ensinam-nos que é possível enfrentar os últimos anos da vida, valorizando o sentido de realização e integração de toda a existência no mistério pascal.
(...) A eu- tanásia e o suicídio assistido são graves ameaças para as famílias, em todo o mundo. A sua prática é legal em mui- tos Estados. A Igreja, ao mesmo tempo que se opõe firme- mente a tais práticas, sente o dever de ajudar as famílias que cuidam dos seus membros idosos e doentes».” (AL, 48)

Sugestão:
  • Este seria um bom dia para propor um debate sobre a Eutanásia, como escreveu alguém, “mais testemunhal do que arrogante”. E perguntava: “Somos mais humanos quando queremos ter poder sobre o termo do nosso viver ou menos humanos?”. Eis um bom ponto de partida.
  • Na Eucaristia – que já será dominical em muitos casos – convidar, por exemplo, à presença de alguns idosos (daqueles que são visitados pela comunidade paroquial), ou pedir a um Visitador de Doentes que possa dar o seu testemunho desse serviço... 
  • Propor às famílias a recitação dos Mistérios gozosos. 

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.