Avançar para o conteúdo principal

Quaresma em Família - Quarta feira de cinzas

No Tempo da Quaresma somos convidados a viver as pausas que deixamos por fazer. É tempo de parar, de recordar os “porquês” da existência e concluir que tudo nasce do amor de Deus por nós. Hoje aceitamos o desafio de Jesus: entrar no nosso quarto, fechar a porta e rezar ao Pai, que nos escuta em segredo. E não esqueçamos: hoje, há muitas formas de estarmos fora do quarto, mesmo que lá dentro com a porta fechada. Fechemos, pois, todas as portas: não só a do quarto como a do telemóvel, da televisão, da música, dos jogos... 



OUTRO TEMPO ESPECIAL PARA TI, SENHOR
Volta a ser Quaresma, Senhor,
e voltamos a reservar para Ti um tempo especial, 

um espaço na nossa vida para te apreciarmos,  
um tempo de dar atenção à nossa relação.

É Quaresma, o tempo de nos sentarmos conTigo, 
de deixar aflições para recuperar o nosso espaço, 
de estar atentos para viver como Tu,
de voltar ao entusiasmo pelo Evangelho. 


Na Quaresma, Senhor, convidas-nos ao Amor, 
a mudar o nosso modo de agir,
a transformar os nossos desentendimentos,
a comprometermo-nos em fazer mais justiça. 


Quaresma é nova oportunidade
para mudar o coração,
para refrescar o Evangelho na nossa mente, 

para sentir a Tua chamada e dizer-Te que sim. 

Uma Quaresma maior, Jesus,
para purificar os nossos ritos e rezas,
para tornar autêntica a nossa relação conTigo, 

para deixar que nos dinamizes com o Teu amor

Álvaro Ginel 
Mari Patxi Ayerra


Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.