Avançar para o conteúdo principal

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

Segundo informações do site da Arquidiocese, o Santo Padre recebeu estas mulheres que fazem parte do grupo Santa Teresa e são atendidas pela delegação de família e vida de Toledo.
O encontro ocorreu, explicam, pois elas escreveram uma carta em abril e foi entregue ao Santo Padre pelo Arcebispo de Toledo, Dom Braulio Rodríguez.
Depois do encontro com o Pontífice, Dom Rodríguez disse que “foi um encontro simples em um ambiente descontraído que durou uma hora e meia, no qual as mulheres tiveram um diálogo com o Santo Padre através de uma série de perguntas”.
Esperanza Gomez-Menor, uma das mulheres que participou da audiência, comentou que foi “uma experiência incrível, na qual encontramos um pai que nos escutou com carinho e com uma grande simplicidade”.
Esta mãe de dois filhos contou que “o Papa nos insistiu que devemos educar os nossos filhos com amor, para que eles amem e respeitem todos e que rezemos pelos nossos ex-maridos”.
Por sua vez, Isabel Díaz comentou que “o Santo Padre insistiu que com a nossa experiência, podemos ajudar as pessoas separadas a viver este sofrimento e, sobretudo, nos disse várias vezes que a Igreja nos acolhe e nos abraça”.
Por outro lado, o Pe. Miguel Garrigós, Delegado de Família e Vida de Toledo, explicou que “o Papa insistiu que nós não temos vocação (como seres humanos) de permanecer feridos. Nós devemos nos acostumar a viver com a cicatriz, pois dá dignidade porque há um sofrimento por trás, e nos deu o exemplo das rugas dos idosos que dignificam quem as tem”.
O sacerdote indicou que “o Papa pediu ao grupo de mulheres Santa Teresa que leiam a Exortação Apostólica Laetitia Amoris, com ênfase especial no quarto capítulo”.
As mulheres deram ao Papa um caderno formado pelas cartas que cada uma delas escreveu, no qual também incluíram desenhos feitos pelos seus filhos. Por sua parte, o Santo Padre deu um terço para cada uma.
As reuniões do Grupo Santa Teresa são realizadas na paróquia de São João da Cruz, em Toledo. Sempre começam com um momento de adoração ao Santíssimo e, em seguida, desenvolve-se o encontro para falar sobre temas de interesse de todas.

Mensagens populares deste blogue

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.