Avançar para o conteúdo principal

SEMANA DA VIDA DIA-A-DIA (Domingo, 21) Ser Igreja: A graça da grande família


A Igreja é família de famílias, constantemente enriquecida pela vida de todas as igrejas domésticas. (...)
Nesta perspectiva, será certamente um dom precioso, para o momento actual da Igreja, considerar também a reciprocidade entre família e Igreja: a Igreja é um bem para a família, a família é um bem para a Igreja».” (AL, 87)

Sugestão:
    • O Domingo também é ‘o dia da Igreja’. Convidar as famílias a redescobrir sempre a Eucaristia como o sacramento que faz a Igreja e aprofundar essa imensa alegria de pertencermos à grande família de Cristo. E encontrar formas de relevar isso, neste domingo: fazendo uma grande procissão de entrada para a Eucaristia a partir de um lugar central da localidade; pro- pondo um convívio (breve ou não) para o final da Eucaristia; encontrar algum gesto no decorrer da celebração...
    • Propor às famílias a recitação dos Mistérios Gloriosos. 

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.