Avançar para o conteúdo principal

A FAMÍLIA QUE SOMOS - Dia Arciprestal da Família

O Sínodo dos Bispos e a consequente Exortação Apostólica do Papa Francisco, Amoris Laetitia, colocam-nos o desafio da Família como uma das prioridades mais urgentes da atenção da Igreja.

Para o efeito, a Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar desenvolveu um inquérito dirigido a todas as pessoas, com o objetivo de dar continuidade à reflexão e discernimento desenvolvido quer pelo sínodo quer na Exortação Apostólica.

Agora, gostaríamos de apresentar os resultados deste inquérito no DIA ARCIPRESTAL DA FAMÍLIA, dia 20, sábado, às 21h15, no Centro Pastoral de Sto. Adrião de Vila Nova de Famalicão.
Para nos apresentar estes resultados teremos connosco o Pe. Rui Alberto, Salesiano.

Para o efeito convidamos todas as famílias do arciprestado para que possam conhecer os resultados deste inquérito e ao mesmo tempo estimular para que o trabalho pastoral pela Família continue.
A presença das famílias e das equipas de pastoral familiar será para nós um grande estímulo e sinal da sua inquietação pelo bem da família e das famílias que compõem as suas comunidades paroquiais.
Convidamos também todos os movimentos relacionados com a pastoral familiar e todos aqueles a quem esta causa interessa.
Estamos certos que seremos surpreendidos pelos resultados e pelo desejo inscrito nos corações de cada um de nós para que a Família esteja mais no centro da ação da Igreja. Desejamos sobretudo entender como pode hoje a Família ser mais sujeito dessa ação do que objecto da Pastoral.

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.