Avançar para o conteúdo principal

A FAMÍLIA QUE SOMOS - Dia Arciprestal da Família

O Sínodo dos Bispos e a consequente Exortação Apostólica do Papa Francisco, Amoris Laetitia, colocam-nos o desafio da Família como uma das prioridades mais urgentes da atenção da Igreja.

Para o efeito, a Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar desenvolveu um inquérito dirigido a todas as pessoas, com o objetivo de dar continuidade à reflexão e discernimento desenvolvido quer pelo sínodo quer na Exortação Apostólica.

Agora, gostaríamos de apresentar os resultados deste inquérito no DIA ARCIPRESTAL DA FAMÍLIA, dia 20, sábado, às 21h15, no Centro Pastoral de Sto. Adrião de Vila Nova de Famalicão.
Para nos apresentar estes resultados teremos connosco o Pe. Rui Alberto, Salesiano.

Para o efeito convidamos todas as famílias do arciprestado para que possam conhecer os resultados deste inquérito e ao mesmo tempo estimular para que o trabalho pastoral pela Família continue.
A presença das famílias e das equipas de pastoral familiar será para nós um grande estímulo e sinal da sua inquietação pelo bem da família e das famílias que compõem as suas comunidades paroquiais.
Convidamos também todos os movimentos relacionados com a pastoral familiar e todos aqueles a quem esta causa interessa.
Estamos certos que seremos surpreendidos pelos resultados e pelo desejo inscrito nos corações de cada um de nós para que a Família esteja mais no centro da ação da Igreja. Desejamos sobretudo entender como pode hoje a Família ser mais sujeito dessa ação do que objecto da Pastoral.

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.