Avançar para o conteúdo principal

Jubileu Arciprestal da Família


No passado dia 21 de maio, a Igreja jubilar, Matriz Nova de Santo Adrião, do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, acolheu a celebração do jubileu da Família e das famílias do arciprestado, tempo presente 9 casais a celebrar as suas bodas matrimoniais de 1, 25, 50 e 60 anos. 
Esta celebração, presidida pelo Vice Arcipreste P.e Francisco Carreira e animada pelo coro de São Martinho de Cavalões, deixou interpelações para a família. A coincidência do jubileu da Família com a Solenidade da Santíssima Trindade ajudou a tomar consciência da unidade, da comunhão, da relação e vida à qual a família é diariamente chamada a viver. Mas para que tudo isto se concretize é importante assumir uma atitude abertura ao outro diferente de si, mas complementado e enriquecido pelo outro. Trata-se de um aprender a receber para aprender a dar. Aprender a receber exige abertura, solicitude e humildade. Aprender a dar exige discernimento sobre o bem, o bom e o belo que oferecemos ao outro.  A Santíssima Trindade é esse permanente receber-se e dar-se na unidade da diversidade sem confusão nem igualitarismo, mas alteridade do dom, de tal maneira feito amor absoluto que apesar de serem três pessoas formam uma só essência: Deus.
Os casais renovaram o seu compromisso matrimonial diante de toda a comunidade sendo depois saudados com uma salva de palmas. Parabéns a todos os casais e a todas as famílias.

No final da celebração da Eucaristia, serviu-se o jantar aos que se inscreveram para o efeito.

Seguiu-se o Concerto pela Família, organizado pela Equipa Arciprestal da Pastoral Familiar. Foi como muito agrado, animação e alegria que todos os presentes recebera o P.e Sandro Vasconcelos e a Banda Evangelium Cantate. O P.e Sandro empolgou todos os presentes com a sua presença, atitude e voz, fazendo do concerto um belo momento de oração e elevação do nosso espírito. As suas músicas, acompanhadas da sua mensagem, da sua gestualidade criaram um ambiente alegre, de envolvência e família. Todos saíram mais comprometidos e mais fortalecidos para viver a alegria do Evangelho a partir deste concerto pela Família.  

Pela Equipa Arciprestal da Pastoral da Família de Vila Nova de Famalicão


Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.