Avançar para o conteúdo principal

Dia da mãe… ser na terra o que Maria é no Céu!



Dia da Mãe,
Dia de muita ternura e beijinhos
Dia de saudade e de futuro

Neste dia de gratidão e de acção de graças a Deus
pelo dom maravilhoso da maternidade
Convidamos todas as mães a vir ao altar…
Nas suas mãos será colocado um terço…
Este terço é o sinal do Sim de Maria
E ao mesmo tempo sinal do sim de cada uma das mães à vida
que é sempre Dom de Deus…
São elas a expressão da presença do Paráclito
defendendo e guardando a vida
comunicando e testemunhando a beleza da maternidade
traduzindo Deus na vida dos seus filhos...


Tomai o terço nas vossas mãos…
Não é um terço especial, nem pedras preciosas, nem de ouro
É um simples fio com contas, sem valor algum,
Que apenas ajudam, em cada dezena, a tecer o rosário de Avé Marias…
Contudo, que o terço seja uma inspiração
Para que os vossos Pés, ó Mães,
Continuem a testemunhar e a cuidar da beleza da vida
Para que os vossos Pés, ó Mães,
Sintam sempre o desafio do Envio ao mundo
Pois desde que gerastes os vossos filhos sois enviadas
Ao mundo do desespero para que haja sempre mães carinhosas
Ao mundo do desinteresse para que não faltem as mais dedicadas
Ao mundo feio e sujo para que as mães o embelezem
Ao mundo do desamor para que nas mães se espelhe o amor
Ao mundo da ofensa e do abuso para que as mães
semeiem sempre acolhimento, sonho e misericórdia
Como são belos os pés das Mães audazes e únicas na sua missão
De dar ao mundo um outro mundo
De dar à vida uma outro sentido
De ser na terra o que Maria é no Céu.
Graças, Senhor, vos damos
Por cada mãe na terra….


(Texto da Pastoral Familiar Arciprestal de V N Famalicão, 
a ler no momento de acção de Graças, com a oferta de um terço)



Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.