Avançar para o conteúdo principal

Papa diz aos adolescentes que a felicidade não tem preço, nem é uma "app"

O papa Francisco disse hoje a milhares de adolescentes reunidos na Praça de São Pedro que a sua felicidade não depende de terem "muitas coisas", nem de uma "aplicação que se descarrega no telemóvel".
"Nem sequer a versão mais recente poderá ajudar-nos a sermos livres e grandes no amor", proclamou o pontífice na homilia da missa que oficiou na basílica de São Pedro para dezenas de milhar de adolescentes de idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos.
"Não confiem em quem vos distrai da verdadeira riqueza, que são vocês, quando vos disserem que a vida só é bonita tendo muitas coisas", acrescentou Jorge Bergoglio.

"Desconfiem de quem vos queira fazer crer que sois valiosos quando vos fazeis passar por fortes, como os heróis dos filmes, ou quando estais vestidos com a última moda. A vossa felicidade não tem preço e não se negoceia", afirmou.
O papa usou a referência da atenção que os adolescentes dão aos telemóveis horas depois de, na tarde de sábado, enviar uma mensagem vídeo a milhares de jovens congregados num evento musical no estádio olímpico de Roma.
Nesse espetáculo, organizado este fim de semana dentro das iniciativas para adolescentes do Jubileu da Misericórdia, que começou em dezembro, o papa usou a comparação com os telemóveis quando disse: "se na vossa vida não estiver Jesus, é como estarem sem cobertura".


In: http://economico.sapo.pt/noticias/papa-diz-aos-adolescentes-que-a-felicidade-nao-tem-preco-nem-e-uma-app_247953.html

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.