Avançar para o conteúdo principal

Há uma oração por dia... Click to pray


Aplicação Click To Pray foi criada por jesuítas portugueses e conquistou o Papa Francisco. Há uma oração por dia e vários textos para pensar. App lança a versão internacional para levar a fé ao mundo.
As aplicações para telemóvel sobre fé, orações e confissões já não são novidade. Mas houve uma que conquistou a pessoa certa: o Papa Francisco. Chama-se Click To Pray, foi concebida por jesuítas portugueses e agora adaptada a outras línguas – inglês, espanhol e francês.

A aplicação disponibiliza “uma oração diferente para cada um dos 365 dias do ano” e vai sugerindo pequenos textos aos crentes. São “minutos de oração” para todos os que “queiram viver a sua relação com Deus de forma próxima e intensa”.
A app foi lançada em 2014 em Portugal, através do Secretariado Nacional do Apostolado da Oração. Em agosto de 2015, foi apresentada ao Papa Francisco e “recebeu do Sumo Pontífice um excelente acolhimento e incentivo, para que pessoas de várias línguas e culturas se associassem em oração pelas suas intenções mensais”, diz a Click To Pray em comunicado.
Esta sexta-feira foi lançada a versão internacional. “É para nós um motivo de grande alegria ver uma iniciativa nascida em Portugal ter agora a sua versão internacional para bem da Igreja universal”, explica o padre António Valério, Secretário Nacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) em Portugal. A aplicação passa assim a poder ser usada por uma rede mundial de oração que conta com mais de 35 milhões de utilizadores em todo o mundo.

Veja o Vídeo de lançamento 

Veja aqui o original

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.