Avançar para o conteúdo principal

Iniciativa em favor da família natural será registrada em Bruxelas


Em 9 de dezembro, a Comissão Europeia tornou pública a decisão de registrar a iniciativa civil “Mum Dad & Kids”, o que significa que o projeto pode ser implementado com os conteúdos e formas com que foi proposto pela Comissão dos Cidadãos, em sua apresentação oficial de 15 de outubro.
"A Comissão Europeia reconheceu que as medidas propostas para a definição do matrimônio exclusivamente como a união entre um homem e uma mulher, e que a definição de família como fundada no matrimônio e/ou na descendência fazem parte das competências da União Europeia e são compatíveis com os seus valores fundamentais", diz um comunicado da seção italiana da Comissão dos Cidadãos.

A necessidade de tal definição, que representaria a base comum para que todos os países-membros entrem em acordo, se tornou evidente na semana passada quando uma proposta da Comissão relativa a um novo regulamento da UE sobre a competência, a lei aplicável, o reconhecimento e a execução de decisões em matéria de regimes matrimoniais foi rejeitada pelos países-membros, que temiam que a medida proposta os forçasse a reconhecer valor jurídico num conceito de "casamento" em total contradição com a própria ordem pública nacional.
“A iniciativa cidadã Mum Dad & Kids”, continua o comunicado, “torna possível aos cidadãos da Europa manifestar-se sobre uma questão muito cara aos seus corações. A lei deve estar de acordo com uma realidade humana universal: o matrimônio e a família criam o ambiente mais seguro e mais estável em que as crianças podem crescer, junto do pai e da mãe. Isto é o melhor para elas, como reconheceu a Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança, e, portanto, também é o melhor para toda a sociedade".
O abaixo-assinado ainda não pode ser firmado até que o sistema de coleta de assinaturas on-line não seja concluído. A Comissão dos Cidadãos está trabalhando com a Comissão Europeia, que se ofereceu para armazenar as assinaturas coletadas em seus servidores para garantir mais agilidade. Quando aberto, o formulário do abaixo-assinado estará disponível no site www.mumdadandkids.eu.

In
http://www.zenit.org/pt/articles/mum-dad-amp-kids-o-aval-da-comissao-europeia?utm_campaign=diarioportughtml&utm_content=%5BZP151217%5D%20O%20mundo%20visto%20de%20Roma&utm_medium=email&utm_source=dispatch&utm_term=Image

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.