Avançar para o conteúdo principal

Advento em FAMíLIA

ABRI JANELAS À ALEGRIA
Caminhada Advento / Natal 2015

IMAGINÁRIO
Todas as nossas casas têm janelas. Aliás, facilmente percebemos que uma casa sem janelas não seria uma casa, pois tornar-se-ia inabitável, escura, abafada, desconfortável e triste. As janelas cumprem, por isso, um importante propósito, na medida em que permitem que na casa entre luz, calor, ar fresco, libertando a casa da escuridão, do frio, do cheiro a mofo. Ora, do mesmo modo, também na nossa vida é necessário abrir janelas, pois, tal como uma casa, precisamos encontrar um espaço e um tempo que nos permite comunicar com o exterior, que nos permite sair de nós ao encontro dos outros e que deixe entrar o feixe de luz da alegria que chega de fora!

ADVENTO
O Advento, tempo de preparação para o Natal, revela-se para nós, cristãos, como uma oportunidade e um desafio para abrirmos as janelas, do nosso coração e da nossa vida, à Alegria sem igual que é Jesus Cristo, Deus feito Homem, o Emanuel (Deus Connosco), a plenitude da Revelação Divina, penhor da nossa Salvação!

Além disso, a janela é também lugar de espera. É à janela que esperamos alguém que amamos e que está para chegar. É a partir da janela, que nos permite ver mais longe, até ao fim da estrada, que podemos ver se já lá vem quem tanto desejamos, quem trará para nós mil sorrisos e mil promessas de felicidade!
No presbitério, junto do altar, está uma janela. Essa janela apresenta-se inicialmente totalmente fechada e está dividida em quatro partes, relativas aos quatro domingos de Advento que antecedem o Natal. A cada domingo do Advento, a liturgia, verdadeiro anúncio da Alegria, renova-nos na esperança e enche-nos de coragem para irmos abrindo gradualmente essa janela. Uma luz se vai acendendo e em cada domingo se vai tornando mais forte. É a espera e a expectativa que se traduzem em esperança na vinda do Salvador, d’Aquele Salvador que é a nossa Alegria sem fim...

FAMÍLIA

Durante o tempo do Advento, desafiamos todas as famílias a decorarem uma ou mais janelas de suas casas com os sinais alusivos ao Natal cristão, por oposição ao Natal comercial e pagão. Por que não desenhar um presépio; colocar símbolos de Natal, como os Anjos, a Estrela, os pastores, os Reis Magos, a Sagrada Família... Se for possível, iluminar todas as janelas, decorá-las com motivos natalícios cristãos... Se possível, podem usar a técnica do vitral, enchendo de cor e luz a janela e ao mesmo tempo contar o Natal... Evitem-se os pais natal, as renas, os presentinhos... Se for possível, construam o presépio à janela ou coloquem uma imagem do Menino, acompanhada de uma vela… Um desafio para ser levado a cabo em família e  por toda a família!

Desafiamos também as lojas de comércio local a fazerem a suas montras mais natalícias, ou seja, mais de acordo com o essencial do Natal: Jesus, Ele que é a Paz e a prosperidade para todos.

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Oração de ação de graças a Deus pelo dom da Família -