Avançar para o conteúdo principal

Querido filho...

Querido filho,
Para ti neste dia especial, no meu dia, no dia de todas as mães, no nosso dia e no dia de todos os filhos.
Dedico-te estas singelas, sentidas e profundas palavras de agradecimento pela beleza da tua presença na minha existência.
Entende que não posso escrevê-las sem me distanciar do amor de Deus. Por ti e em ti consigo experimentá-lo, vivenciá-lo, provar a sua força e transmiti-la. Por isso, quero que saibas que és tu a razão do meu ser. Com a tua gestação senti-me veículo desse maravilhoso e grandioso mistério que é a vida. Enquanto o meu corpo se transformava provei muitos sentimentos… Senti a inquietude, a alegria, a surpresa, o sobressalto, a perturbação, os teus movimentos, o encanto de ti em mim. E nessa altura, já eras mais tu em mim do que eu. Já me orientava por ti e não por mim. Eras tu que existia em mim e sentia que era mais tua do que tu meu. Sentia-te em mim! E como eu gostava de sentir assim! Descobri o amor do outro e pouco sabia do outro, de ti. Como desejava e ansiava conhecer mais de ti!

Nesse compasso de espera crescia a vontade de te ver, de te ter, de te embalar, de te amar…
Surgiu a dor, a dor intensa e com ela a magia, o prazer do milagre da vida, o melhor, o maior e o mais arrebatador sentimento que uma mulher pode ter, um filho, TU! E eu encantada só conseguia olhar para ti. Estive horas a admirar-te e a tentar encontrar algum traço que me dissesse que eras Meu ou do Pai e apenas eras TU!
Outro mistério, Tu meu filho, que surgiste de mim e para mim, que és a minha vida, a minha beleza, a minha nobreza, és TU!
E és TU o mais belo mistério de Deus em mim. Como és admirável para mim! Por isso, meu filho, pela minha entrega e doação a ti, pelo meu esforço em ser melhor, em ser tua mãe, tenta compreender os dias sem cor, o sofrimento, as dificuldades, os erros, os obstáculos, as nossas falhas e cresce em direção às coisas nobres e belas, ao Outro, a Deus…
Compreende e sente o meu amor incondicional, a minha compreensão, o meu perdão, a beleza da vida, o sol na tua vida, as flores na nossa vida, o singelo do meu ser, tudo o que sou e sei ser … Porque tudo o que sou é para ti,  que és meu amor, que és o melhor de mim, que és Tu!
Obrigado querido filho por seres a minha vida, o meu amor! Amo-te!   

Ana Almeida!
Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Oração de ação de graças a Deus pelo dom da Família -