Avançar para o conteúdo principal

Triângulo de Mãe

Mãe, tu derramas as alegrias
E as tristezas do mundo.
Tu carregas nos ombros a felicidade do ser humano. 
Tu amas sem fronteiras.
Tu vibras de ansiedades no teu mundo.
Tu tens o coração cheio de amor e bondade,
Cheio de paz e ternura.

Mãe, doce nome.
Quando andas triste
Rogo a Deus para que não desanimes,
Pois encontrarás sempre Nele o seu amor, o seu ser.

Mãe, tu amas sem condição.
Tu dás o teu ser e a tua vida.
Tu partilhas as dores do mundo.
Tu trabalhas para o supremo bem. 
Tu és peregrina do amor.

Tu que irradias amor, ternura e doçura.
Ensina-me a tolerar, 
a compreender, 
 a acreditar
e a amar.

Mãe, doce criatura 
que Deus criou e abençoou
E que a Virgem Mãe te abraçou
Ampara-me no teu regaço 
 E sê sempre o nosso norte

MÃE.
Marta Guimarães
Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Oração de Consoada 2017

Maria de Nazaré, Contigo cantamos as maravilhas de Deus. A tua espera, hoje nos enche de alegria! Com ela aprendemos o prazer de esperar... e por meio dela vivemos agora habitados pelo infinito...
José, filho de David, A tua espera, hoje surpreende-nos... Estamos maravilhados, porque Deus Entra no nossa vida e na nossa história Para nos oferecer a esperança da vida eterna.
Jesus, Deus connosco, O desejo de ti, faz-nos hoje experimentar a tua presença viva, simples e dócil. Sentado à nossa mesa, convives connosco nesta noite E nos interpelas com a tua ternura.
Sagrada família de Nazaré, Neste Natal, faz-nos sair ao encontro Dos rostos concretos daqueles que mais precisam. Não nos deixes acomodar diante desta mesa rica, Mas interpela-nos diante da pobreza e da injustiça.
Deus, Pai nosso, Abençoa-nos e abençoa estes alimentos Que em família reunida tomamos. Mas não nos deixes cair na tentação da indiferença. Dai pão a quem tem fome e fome de justiça a quem tem pão.
Amen!