Avançar para o conteúdo principal

Olhares sobre a FAMÍLIA

Convite

Olhares sobre a Família
20/03/2015, 21h00 – Auditório Vita
A família é um dos maiores pilares da sociedade. O núcleo familiar é onde se estruturam valores, ideias, afectos e onde, gradualmente, as crianças de hoje se tornam nos adultos de amanhã.
No mundo em que vivemos, em constante evolução e mudança, urge discutir algumas questões relacionadas com a família e com os constantes desafios que surgem no dia-a-dia.
A pensar em todas as famílias, decorre na próxima sexta-feira o último debate da Nova Ágora, “Olhares sobre a Família”. A sessão conta com a presença de António Pinto Leite, presidente da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE), a psicóloga Margarida Cordo e Rosário Carneiro, ex-presidente da Comissão Parlamentar para a Paridade, Igualdade de Oportunidades e Família.
Esta noite será uma oportunidade para uma troca de ideias salutar sobre a família e os diversos ambientes em que a mesma se insere.
A Arquidiocese convida-o a assistir ao debate no dia 20 de Março. Leve a sua própria família, amigos, colegas conhecidos. Juntos talvez consigam encontrar respostas a algumas questões e, quem sabe, colocar as vossas ao painel de conferencistas.
O encontro acontece pelas 21h00 no Auditório Vita. 

Para qualquer informação ou esclarecimento, é favor contactar:
comunicacao@diocese-braga.pt,
Pe. Tiago Freitas: 961 779 523

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.