Avançar para o conteúdo principal

As famílias recebam Cristo «com um coração puro e agradecido»,


Papa assinala 78 anos com um desejo: As famílias recebam Cristo «com um coração puro e agradecido»


«Que a proximidade do nascimento de Jesus avive em todas as nossas famílias o desejo de recebê-lo com um coração puro e agradecido», afirmou hoje o papa Francisco perante milhares de fiéis reunidos na Praça de S. Pedro, no Vaticano, no dia em que celebra 78 anos.
Na audiência geral desta quarta-feira, Francisco frisou que o nascimento de Jesus «abre um novo começo na história universal do homem e da mulher», refere a Rádio Vaticano.
O papa lembrou que as catequeses das quartas-feiras passaram a ser dedicadas à família, tendo em vista o sínodo sobre o mesmo tema que decorrerá em outubro de 2015, no Vaticano.
«A proximidade do Natal recorda-nos que Deus quis nascer numa família», numa «pequena» povoação do Império Romano, assinalou: «Não em Roma, não numa grande cidade, mas numa periferia quase invisível» e até «de má fama».

Jesus permaneceu cerca de 30 anos em Nazaré, «levando uma vida normal, no seio de uma família israelita piedosa e trabalhadora».
«Os Evangelhos, na sua sobriedade, nada referem sobre a adolescência de Jesus e deixam esta tarefa à nossa afetuosa meditação. A arte, a literatura, a música percorreram este caminho da imaginação», apontou.
Francisco sublinhou que a família de Jesus, que teve de «superar muitas dificuldades por causa dele», não era «irreal» ou pertencia a uma «fábula»: «Eles ajudam-nos a redescobrir a vocação e a missão da família, de toda a família».
«Cada família cristã – como fizeram Maria e José – pode antes de tudo acolher Jesus, ouvi-lo, falar com Ele, guardá-lo, protegê-lo, crescer com Ele; e assim melhorar o mundo. Façamos espaço no nosso coração e nos nossos dias ao Senhor. Assim fizeram também Maria e José, e não foi fácil», acentuou.
O que aconteceu durante 30 anos, com a presença de Jesus entre os seus, pode continuar a ser verdade hoje: «Tornar normal o amor, e não o ódio, tornar comum a ajuda mútua, não a indiferença ou a inimizade. Não é por acaso que “Nazaré” significa “aquele que guarda”, como Maria que, diz o Evangelho, guardava no seu coração todas estas coisas».
«Todas as vezes que há uma família que guarda no coração este mistério da vocação e missão da família, ainda que seja na periferia do mundo, está a realizar-se o mistério do Filho de Deus. E Ele vem para salvar o mundo», realçou.
Após a catequese, o papa dirigiu-se, como habitualmente, aos peregrinos de língua portuguesa: «De coração vos saúdo a todos, confiando ao bom Deus a vossa vida e a dos vossos familiares. Muito obrigado pelos votos formulados pelo meu aniversário e para as próximas festas natalícias, que retribuo desejando-vos um Santo Natal e um Ano Novo repleto das bênçãos do Deus Menino».

Rádio Vaticano; Trad. / edição: Rui Jorge Martins, Publicado em 17.12.2014 



Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Oração de ação de graças a Deus pelo dom da Família -