Avançar para o conteúdo principal

Dia da Mãe - Querido filho, tu és...


A semente que um dia em mim germinou e que Deus sempre cuidou.
Tempo de espera, de cuidados, de mistério…

A razão do meu viver…

O sentido da minha vida e que me ajudou a crescer…

Quando nasceste, nos meus braços te recebi e acolhi …

Ao olhar para ti muito enaltecida e envaidecida, senti-me a mãe mais feliz do mundo. Aquela a quem Deus depositou e confiou a nobre missão de te ensinar, educar e amar para um dia conseguires voar…

Tempo de encanto, ternura, esperança e descoberta…

Com os meus seios te saciei e com a minha ternura ao longo dos anos te acalentei. És aquele que sempre amei, sem reservas, procurando compreender e confiar…

Tempo de incerteza e esperança…

As primeiras palavras te ensinei e os teus primeiros passos orientei…

Sem nunca impedir o teu caminhar, sem nunca te abandonar e sempre com o objetivo de te apoiar,  educar, corrigir, elucidar  e  incentivar…

Tempo de aprendizagem, de crescimento, de compreensão, de amor e de perdão…

O rosto e o ser que às vezes não consigo entender…

O filho que sempre hei de amar e cujas diversas falhas irei perdoar...

Um dom na nossa família que ao longo da minha vida, sempre , irei acompanhar e velar…

Um tesouro que a Deus entreguei e pedi para proteger e acompanhar.

Tempo de amar e de amor, de eternidade…



Que Deus te abençoe meu filho!

Que Deus abençoe todas as mães e todos os seus filhos! Amém.

Casal Adão e Ana Rocha

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.