Avançar para o conteúdo principal

Quaresma em família



A quaresma é um tempo especial e único na vida dos cristãos. Especial porque nos é dada a oportunidade de fazer um grande retiro, não de isolamento da realidade, mas de assentar na realidade da nossa vida e vive-la à Luz Pascal da Palavra de Deus. Único porque a quaresma não se repete. Todos os anos a Igreja nos abre as portas para um novo recomeço, um regressar às fontes da nossa fé e da nossa vida.

É verdade que a quaresma pode ser vivida no íntimo de cada um, cada qual com os seus apelos interiores de conversão e mudança, e ainda com a sua busca interior da verdade na sua existência.

Mas também é verdade que também pode e deve ser vivida a nível familiar, de igual forma com os mesmo ou outros apelos interiores de conversão e de mudança de atitudes e comportamentos.

O evangelho, acolhido no coração de cada um e de cada família, ilumina a pessoa e através dela toda a família em que vive.

Desta forma propomos uma série de desafios e de caminhos para viver este tempo favorável em família. São apenas alguns exercícios espirituais que nos ajudam a marcar o tempo e a tomar ritmo quaresmal. 


1. Criar o cantinho da oração, com a Cruz, a Bíblia, uma vela e o dístico "Este é o tempo de…";

2. Rezar em família a oração da noite: podem para isso recorrer ao livro "Rezar na Quaresma" (Salesianos):

3. Participar na Eucaristia dominical em família;

4. Transcrever manualmente o Evangelho de São Lucas, escalando os dias em que cada membro da família toma a sua vez;
5. Pensar como a família vai fazer o seu jejum;

6. Fazer alguma renúncia quaresmal em favor de alguma causa ou instituição;

7. Visitar os familiares mais distantes ou que vivem isolados;

8. Refazer laços quebrados quer com familiares, quer com algum vizinho ou companheiro(a) de trabalho;

9. Partilhar com os mais necessitados, não o que nos sobra, mas o que lhes faz falta;

10. Celebrar o perdão de Deus através da celebração do sacramento da reconciliação;

11. Participar no Tríduo Pascal;

12. Participar em família na Via Sacra da Comunidade;

13. Integrar alguma actividade cultural relacionada com este período quaresmal;

14. No dia de Páscoa participar na Eucaristia e colocar em lugar de destaque uma Cruz florida feita por todos os membros da família;

15. Os pais podem contar a história da Pascoa aos seus filhos através da leitura da Bíblia ou de outro livro ou filme;
16. Fazer uma tertúlia familiar sobre a Fé;
17. Surpreender o Pai/Mãe/Filho(a)/Esposo(a)/Avô/Avó com algo que o que recebe não estaria à espera.




A Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar de Vila Nova de Famalicão, 
deseja a todos uma santa e fecunda Quaresma!

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.