Avançar para o conteúdo principal

Bodas Matrimoniais de 30 casais - Paróquia de Ribeirão


Mais de três dezenas de casais receberam, no passado dia 29 de Dezembro, na Festa da Família Ribeirense, uma homenagem da Comunidade Paroquial de Ribeirão, uma homenagem pelas Bodas de Prata e Bodas de Ouro.
Este ano foram 10 os casais que comemoraram 50 anos de casados, e 24 que chegaram aos 25 anos.
Como vem sendo habitual nos últimos anos, a Pastoral Familiar, em conjunto com o Grupo de Jovens e o Agrupamento do CNE, levaram a efeito um sarau cultural, com vista a fazer festa e exteriorizar a alegria da comunidade pelo dom do casamento, materializado naqueles casais que festejaram, ao longo de 2012, as suas Bodas de Prata e Ouro.

O Sarau contou com a participação do próprio Grupo de Jovens, que encenaram alguns episódios da vida de Maria José e Jesus, entoando também cânticos alusivos à temática, e com a participação do Clube de Cultura e Desporto e da Casa do Povo de Ribeirão, que fizeram demonstração das atividades que realizam ao longo do ano.

Houve ainda a participação especial da artista ribeirense Tânia Couto, a filha de um dos casais homenageados, que está a completar a sua formação académica e artística em Inglaterra. Interpretou dois temas musicais.

O encerramento, também como é já tradição nestes saraus, esteve a cargo do Folk D’Ave, Grupo Ribeirense de Música Tradicional liderado por Joaquim Carneiro.

O Sarau contou com as palavras do coordenador da Pastoral Familiar de Ribeirão, Leonel Rocha, que enfatizou o tema do Ano da Fé, congratulando-se com o exemplo daqueles casais e famílias, que ajudam a perceber e a concretizar melhor o tema “Da Esperança brota a Fé”.

O Pároco, Monsenhor Manuel Joaquim, agradeceu aos casais o seu empenho para que o Matrimónio dê certo, reiterando que, por mais propostas que sejam colocadas na nossa sociedade, no que toca à família, “o sacramento do matrimónio é o caminho de santificação e de felicidade dos esposos e dos seus filhos. Uma família constituída à imagem de Família de Jesus é o garante de uma sociedade bem estruturada, construtora de desenvolvimento sadio, capaz de gerar homens e mulheres realizados e felizes”.

Pela Equipa de Pastoral Familiar de Ribeirão, V N Famalicão

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.