Avançar para o conteúdo principal

Natal, festa da família


Ir. Darlei Zanon
Religioso paulista

É na família que em primeiro lugar encontramos e experimentamos Deus; é em família que construímos a nossa identidade; e por isso é em família que conseguiremos superar os obstáculos e os desafios do mundo e das “crises”.

O Natal, que em alguns dias celebraremos, é sem dúvida a festa da família. Primeiramente a festa da sagrada família de Nazaré. Celebramos o nascimento do filho de Maria e José. Mas mais do que uma data no calendário litúrgico, o Natal é um momento especial para recordarmos a história da salvação, a vinda de Cristo ao mundo, a encarnação do Verbo de Deus feito homem, no seio de uma família, e especialmente a mensagem de amor e paz que Jesus nos transmitiu.
O tempo de preparação para o Natal, chamado advento, é por isso um tempo de espera e de esperança. Ao mesmo tempo em que recordamos o nascimento de Jesus e actualizamos a sua mensagem, esperamos, ansiosos, o seu retorno, para instaurar definitivamente o Reino de Deus entre nós.
Enquanto esperamos, fazemos a nossa parte, construindo o Reino ao nosso redor. A família, como núcleo social e a primeira Igreja, é o ponto de partida para esta nova sociedade chamada Reino de Deus. Eis então o segundo momento em que o Natal é a festa da família. Ele é o momento ideal para nos reunirmos em família, para recordarmos as alegrias do ano, planearmos o futuro, animarmo-nos uns aos outros, especialmente nestes tempos de incerteza e dificuldade.
É na família que em primeiro lugar encontramos e experimentamos Deus; é em família que construímos a nossa identidade; e por isso é em família que conseguiremos superar os obstáculos e os desafios do mundo e das "crises".
Celebrar bem o natal em família torna-se assim um convite e uma oportunidade a redescobrir a centralidade da família na nossa vida e fixar nela o alicerce para o que planeamos construir ao longo do próximo ano.

Família Cristã. Disponível em http://www.familiacrista.com
Sexta-Feira, 14 Dezembro 2012

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.