Avançar para o conteúdo principal

Dia dos Avós - Oração


Hoje Senhor, de um modo especial, quero  agradecer-te o dom da vida e o dom de ser neto!
Quero recordar e homenagear os nossos queridos avós, os que estão vivos e os que já faleceram, e a Ti confiá-los.
Quero agradecer-te os avós que criaram a sua história, escreveram a sua biografia e a imprimiram no coração dos seus descendentes. É esta a verdadeira herança. A verdadeira vida!
Quero agradecer-te os avós que originaram a nossa família e que nela, e a partir dela, fizeram brotar o amor, ensinaram lições de ternura e de valores que nos servem de manual para o dia a dia… É esta a verdadeira transmissão de valores. A verdadeira escola!
Quero agradecer-te os avós que nos orientaram e apoiaram como a estrela que indica o norte, que nos protegeram e confortaram, que riram e choraram connosco, que enriqueceram a nossa vida com a sua sábia presença. É este o verdadeiro exemplo. O verdadeiro educador!
Quero agradecer-te os avós que apesar da doença, da dor e da falta de forças... sempre acolheram os seus filhos e os seus netos de braços abertos, aqueles que são a nossa referência, a nossa visão e luz mesmo quando os nossos olhos ficam turvos e o dia nasce mais cinzento… É este o verdadeiro farol. O verdadeiro guia!
Quero agradecer-te os avós de Jesus, São Joaquim e Santa Ana, verdadeiros exemplos de humildade, simplicidade e santidade. Modelo de família e de vida a seguir…A família que Deus escolheu!
Quero agradecer-te todos os queridos avós. A nossa família, aquela que não nos escolheu, mas aquela que Deus nos ofereceu!
Obrigado Senhor!
 Equipa da Pastoral Familiar Arciprestal de V. N. Famalicão

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.