Avançar para o conteúdo principal

Educação Cristã: Ano lectivo dedicado à Família

Uma disciplina que privilegie o tema família e a tenha como mote orientador de toda o seu ano lectivo é por demais importante destacar e divulgar. Sim, é verdade, o plano de actividades da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) do próximo ano lectivo vai privilegiar a família, enquanto “instituição basilar” de uma sociedade que ameaça “desagregar-se com a crise”.

De facto, não é comum nem é consensual dar tempo escolar ao assunto "família". Fala-se muito da importância e do papel imprescindível que os pais, de forma isolada, têm na educação dos filhos, mas não se fala da família, e tudo o que esta palavra significa, como lugar por excelência da educação e da aprendizagem da vida e dos seus valores mais estreitos e necessários para uma humanidade verdadeira.

Falar ou educar para o valor família é então não somente um dever mas acima de tudo uma necessidade primordial na construção da sociedade civil. Um sociedade que se edifica a partir das suas células e lhes nega a possibilidade de existência.
Segundo Dimas Pedrinho, coordenador do departamento de EMRC do Secretariado Nacional de Educação Cristã, “é importante que os poderes da sociedade olhem para a família como um bem a preservar, que está no centro quer como vítima quer como chave para a resolução dos problemas”. “Reforçar os laços entre a família e a escola” é, segundo o coordenador de EMRC, um dos desafios mais importantes da disciplina.
Os pais cristãos e as suas respectivas famílias, sintam-se parte integrante deste esforço do Secretariado Nacional da Educação cristã. É verdade que estamos numa sociedade cada vez mais laica, mais indiferente, mais irresponsável… Mas também é verdade que, como cristãos, temos que dar o nosso contributo para que esta sociedade tenha outra visão e entendimento da sua forma de existir. Assumir a diferença não é negar a diversidade. É antes abrir espaços ou oportunidades de compreensão do mundo como lugar de felicidade e de alegria. A família é um espaço e uma oportunidade de felicidade. Falemos dela.
Felicitamos o departamento de EMRC do Secretariado Nacional de Educação Cristã por falarem da família, a partir da visão cristã da existência da humanidade.

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.