Avançar para o conteúdo principal

O que é que te aumenta o coração?

Temos pouco tempo para agradecer o que (nos) corre bem. O tempo parece não chegar para reparar no lado bom do que nos acontece.
Parece-me que temos sempre a cassete a tocar para o mesmo lado. O lado que reclama e nada faz. O lado que se entristece e deixa de reconhecer os traços da alegria. O lado do fiquemos-como-estamos. O lado do sossego que não é, sequer, primo da Paz. Escolhemos sempre o lado B e claro que a música será sempre a mesma.

Sobra-nos pouca coragem para mudar a cassete para o lado certo. O lado que agita as coisas e que as faz tremer. O lado que nos faz fazer perguntas. O lado que nos faz ser capazes de ver com olhos limpos das poluições do costume. Continuamos a comprar rádios novos e aparelhos tecnologicamente modernos mas a cassete é sempre a mesma. As notas não mudam e a vontade também não.

Deixem-me lembrar-vos que as cassetes não são deste tempo. Ficaram lá atrás onde é o lugar delas. Fomos nós que decidimos trazê-las para o futuro e não deixar que a vida seguisse o seu rumo. A música agora tem que ser outra. Procuramos novidades no youtube, no facebook, no instagram, no snapchat. Não encontramos nada que nos pareça suficientemente novo, suficientemente bom. É natural. A novidade mora dentro de cada um. Essa frescura que nos arrebata e nos faz querer varrer tudo o que nos fez pó, está aí. A dormir à beirinha dos sonhos que não temos. À beirinha dos projetos que deixámos para trás. É uma questão de decidir acordar essa luzinha pequena que nos faz brilhar os caminhos de dentro.

Depois de acordares o farol que será capaz de te iluminar a cada dia, vais ver caminhos que nem sabias que existiam. Que nem sabias que tinhas. De repente, vai ser fácil perceber que o que nos faz mudar para o lado certo da cassete é descobrir o que nos aumenta o coração. O que nos faz crescer é a coragem que decidimos (ou não!) ter para ver o que há no mundo. E o mundo tem tudo o que é preciso para nos fazer felizes. Há caminho que chegue para todos.

Eu sei que tenho feito algumas perguntas difíceis… Mas não te esqueças que são EXATAMENTE essas que te mudarão a vida. Cá vai mais uma se tiveres coragem para a ler…


E tu? Queres descobrir o que te aumenta o coração? Ou vais continuar à espera que a cassete se mude sozinha?

Por Marta Arrais

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

Mais de 46 pares de noivos preparam matrimónio em Famalicão

Iniciaram a sua preparação para o casamento no passado domingo, dia 15 de abril, no Centro Social e Paroquial de Ribeirão, 46 pares de noivos, sob a orientação de uma equipa de seis casais oriundos das paróquias de Esmeriz, Fradelos, Lousado e Ribeirão, bem como do assistente deste CPM, o padre António Machado, pároco das freguesias de Fradelos e de Vilarinho das Cambas. A equipa é coordenada pelo casal Ana Maria Almeida e Adão Manuel Rocha, da paróquia de Ribeirão.

Mãe, obrigado!

Mãe, Tu, Que a partir do momento que aceitaste o dom da vida, Desde da fecundação do teu filho… até hoje, Todas os dias, Ao longo da tua vida, Sempre. Sem nunca deixares de te preocupar, Estiveste sempre ao seu lado.