Avançar para o conteúdo principal

Mais de 46 pares de noivos preparam matrimónio em Famalicão


Iniciaram a sua preparação para o casamento no passado domingo, dia 15 de abril, no Centro Social e Paroquial de Ribeirão, 46 pares de noivos, sob a orientação de uma equipa de seis casais oriundos das paróquias de Esmeriz, Fradelos, Lousado e Ribeirão, bem como do assistente deste CPM, o padre António Machado, pároco das freguesias de Fradelos e de Vilarinho das Cambas. A equipa é coordenada pelo casal Ana Maria Almeida e Adão Manuel Rocha, da paróquia de Ribeirão. 


A caminhada de preparação vai continuar, ao longo de mais 3 encontros, ao domingo, no Centro Social de Ribeirão, a partir das 15 h, até ao dia 6 de maio, inclusive, refere a organização do CPM em nota enviada para a imprensa.
“Durante este período pretende-se que os noivos reflitam, dialoguem, partilhem e aprofundem as suas ideias sobre cinco temas do CPM, nomeadamente: Uma Comunidade de Amor; Matrimónio-Sacramento; Diálogo e Gestos de Amor; A Fecundidade do Casal e Nova Exigência – Novas Situações”, lê-se na mesma nota.
Os casais orientadores trabalharam os temas, ao longo de cinco semanas e a partir da sua própria vida. Cada casal falou entre si, fez uma revisão de vida e partilhou com os outros casais. Depois os temas foram distribuídos por cada casal para, depois, o apresentar e testemunhar aos noivos.
Nesta fase, com os noivos, o método é o mesmo: os noivos falam entre si dos temas, a partir de diversas perguntas propostas de uma semana para a outra e, depois, no encontro, partilham com os outros noivos e casais. Segue-se um intervalo para confraternização e logo após a visualização de um pequeno vídeo sobre o tema. No fim o casal coordenador e o assistente dizem também umas palavras. Depois o casal apresenta o seu testemunho. Cada encontro termina com a celebração da eucaristia.
Segundo o casal coordenador, estes encontros constituirão “momentos de aprendizagem, de reflexão, de redescoberta e de crescimento, nesta etapa tão importante da vida, para os noivos que decidiram celebrar o sacramento do matrimónio.”

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.