Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril 23, 2017

«A esperança começa com o "tu". Quando há o "nós", começa uma revolução»

«Como seria belo se, enquanto descobrimos novos planetas longínquos, redescobríssemos as necessidades do irmão e da irmã que orbitam à minha volta! Como seria belo que a fraternidade, esta palavra tão bela e por vezes incómoda, não se reduzisse apenas à assistência social, mas se tornasse atitude de fundo nas escolhas a nível político, económico, científico, nas relações entre as pessoas, entre os povos e os países.»

Quem se levantou contra os sinais de guerra, a não ser o papa?

A sedução do domínio que chega à Igreja, e que começou com os próprios apóstolos, é uma das marcas da mais recente crónica semanal que o Fr. Bento Domingues assina no "Público".
«Jesus conhecia os desejos, os modelos, os grupos e os movimentos messiânicos que agitavam o povo a que pertencia e que, sem um poder absoluto, era impossível realizar os seus projetos», escreve o religioso.

Até ao fim do mundo: Coração «incandescente» de Deus está «apaixonado» pelo ser humano

«Eu estou convosco todos os dias, até ao fim do mundo» (Mt 28, 20). As últimas palavras do Evangelho de Mateus recordam o anúncio profético que encontramos no início: «A Ele será dado o nome de Emanuel, que significa Deus connosco» (Mt 1, 23; cf. Is 7, 14). Deus estará connosco todos os dias até ao fim do mundo, Jesus caminhará connosco todos os dias até ao fim do mundo. Todo o Evangelho está contido entre estas duas citações, palavras que comunicam o mistério de um Deus cujo nome, cuja identidade é "ser-com", em particular connosco, isto é, com a criatura humana. Connosco, com a criatura humana, está um Deus "com", não isolado.

Ser livre é tudo menos fácil

«Dá a liberdade ao homem fraco, e ele ligar-se-á com as suas próprias mãos e ta devolverá. Para um espírito fraco a liberdade não faz sentido.»

A misericórdia é uma «forma de conhecimento»

«Sabemos que se conhece através de muitas formas. Conhece-se através dos sentidos, conhece-se através da intuição, através da razão e ainda de outras formas.» Hoje, o papa acrescentou outra arquitetura do saber.

A Fé é concreta

O papa acentuou hoje que a fé cristã se define pela sua aplicação concreta, mais do que por conceitos, e alertou a Igreja para que deixe de repetir o erro dos doutores da lei judeus e deixe de anunciar o Evangelho com inflexibilidade e dureza.

ComTributo à Igreja

Atitude de serviço
São Paulo ensina-nos “… que o amor não é apenas um sentimento, mas deve ser entendido no sentido que o verbo «amar» tem em hebraico: «fazer o bem». Como dizia Santo Inácio de Loiola, «o amor deve ser colocado mais nas obras do que nas palavras».