Avançar para o conteúdo principal

Aqueles que ninguém quer escutar

Há pessoas que não têm quem as oiça… Esta ausência de amor não é tristeza, é algo bem mais profundo.
No mundo de hoje estamos cada vez mais fechados e julgamo-nos confortáveis nesse nosso comodismo. Chegamos mesmo a pensar que os problemas do mundo acabam quando desligamos a televisão. Esta ilusão de que comandamos a realidade, dá-nos a falsa convicção de que são os outros que precisam de nos ouvir, e não nós a eles.
É preciso lutar muito para que cada um de nós seja capaz de se evadir da prisão onde está só.

Em qualquer caso, não basta ouvir, é preciso aprender a escutar o outro, nos seus espaços, tempos e modos. Com humildade, aprender com ele...valorizá-lo ao ponto de reconhecer, nos sucessos e fracassos, possibilidades de nos enriquecer.
E importa mais ainda escutar quando não há palavras. Os silêncios íntimos enchem-se de luz quando são partilhados, quando alguém está ali, connosco. Juntos. Unidos na presença. Uma partilha do mesmo espaço, do mesmo tempo e do mesmo modo de dizer o que se pensa e sente...um silêncio pleno de emoção e verdade que a ninguém deixa indiferente. Por vezes, os amigos, mesmo os que já morreram, parecem não estar, mas estão. Sempre de forma consistente e autêntica, estão e são. São o que somos, porque querem ser connosco... o mesmo que nós.

Há quem nos consiga escutar, sendo capaz de o fazer sem se aborrecer. Sem sequer nos interromper para nos contar os seus problemas, medos e angústias. A estes, nenhum elogio é bastante! Mas, por vezes… estes são aqueles que ninguém quer escutar.

Veja aqui o original

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.