Avançar para o conteúdo principal

Dia Aricprestal da Família

A Equipa da Pastoral Familiar do Arciprestal de Famalicão promove o Dia da Família, no próximo dia 17 de maio, com vista a fazer festa e a exteriorizar a alegria pelo dom do casamento, materializado naqueles casais que festejam, ao longo de 2015, as suas Bodas de Prata, Ouro e Diamante.
Trata-se de uma singela homenagem do arciprestado a todos os casais e às famílias. O programa é simples e apresenta o seguinte formato:
 10h30 – Eucaristia, na Matriz Nova de Vila Nova de Famalicão, Celebração das Bodas de Prata, de Ouro e de Diamante - renovação dos compromissos matrimoniais dos casais presentes.
11h30 – Confraternização.
Neste sentido, a Equipa da Pastoral Familiar Arciprestal convida todos os casais que ao longo de 2015 celebram as suas bodas a aceitar este desafio e a testemunhar que o sacramento do matrimónio é o caminho de santificação e de felicidade dos esposos e dos seus filhos.
Para isso, será necessário fazer a inscrição nas paróquias do cada casal, junto dos respetivos párocos.
A Equipa da Pastoral Familiar Arciprestal agradece a todos aqueles que, à luz do seu exemplo, revelam à sociedade que uma família constituída à imagem de Família de Nazaré é o garante de uma sociedade bem estruturada, construtora de desenvolvimento sadio, capaz de gerar homens e mulheres realizados e felizes.

Equipa da Pastoral Familiar do Arciprestal
de Vila nova de Famalicão

Mensagens populares deste blogue

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.

Um cristão não pode dizer “sou contra homossexuais”

Convém recordar que Jesus Cristo está depois do Antigo Testamento e que, na sua passagem pela terra, deu sempre lugar de destaque às prostitutas, sobretudo a Maria Madalena. E, já agora, não será Mateus 19:12 uma aceitação da naturalidade da homossexualidade? “Alguns eunucos são assim porque nasceram assim”.