Avançar para o conteúdo principal

"Epic - O Reino Secreto": um filme para crianças a refletir na família, escola e paróquia

Mary Katherine está empenhada em aprofundar o estudo sobre a lendária existência de um minúsculo povo guerreiro na floresta que rodeia a casa do pai. IIustre professor, este tenta no entanto demovê-la, argumentando a ausência de prova científica de tal presença.
O fascínio de Mary Katherine nem assim esmorece e é precisamente ao passear pela floresta que algo extraordinário acontece: ao tocar numa folha, aparentemente simples, um inesperado poder mágico reduz a rapariga a uma escala minúscula.
Assim começa uma extraordinária aventura que levará a protagonista a comprovar a verdadeira existência dos bravos "homens-folha", cuja missão é proteger o mundo contra o mal. No caso, contra as investidas de Mandrake e a sua determinação em extinguir a vida na floresta.
Fotograma
Uma aventura recheada de peripécias e grandes riscos, em que a amizade, a esperança inabalável e o forte compromisso com a preservação da natureza se provarão as melhores defesas a estancar o ímpeto de Mandrake.

"Epic – o Reino Secreto" é a nova proposta cinematográfica para crianças a povoar as salas de cinema do país. Baseado na obra do escritor, ilustrador e ainda realizador William Joyce, "Leaf Men & the Brave Good Bugs", o filme promete expandir em ampla escala o sucesso já alcançado com o livro.
Fotograma
Dotado de uma assinalável qualidade visual, é a ela que o realizador Chris Wedge e restante equipa técnica emprestam a sua experiência, ganha com "Idade do Gelo" e "Robôs".
De resto, ‘Epic – o Reino Secreto’ segue a linha dos contos/filmes populares infanto-juvenis, com uma estrutura narrativa próxima da tradicional: de forma linear, com os seus heróis, vilões e adjuvantes.
Fotograma
A presença do sobrenatural e da magia; a apresentação de um elemento perturbador da ordem natural, que constitui o obstáculo a ser vencido; uma motivação - no caso o imaginário, o fascínio pelo desconhecido e pela comprovação de uma lenda, para que a protagonista saia da sua área de conforto, primeiro à descoberta, depois numa missão de valor; a presença de valores, a ecologia, a amizade, a cooperação, a defesa do bem comum, a esperança, entre outros, como sustento do objetivo, fim e estratégias para superar as contrariedades, são alguns dos elementos clássicos aqui manifestados.
Fotograma
Ainda que no seu argumento "Epic – o Reino Secreto" não traga nada de realmente novo ao muito que o cinema tem dado ao público mais novo, não deixa de ser uma simpática proposta, com muitas pistas para se pensar e trabalhar, em família ou em comunidade (escolar, paroquial ou outra) valores universais.
Fotograma
 
Margarida Ataíde
Grupo de Cinema do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura
In Agência Ecclesia
Com SNPC
30.05.13

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.