Avançar para o conteúdo principal

Café Concerto: Família - Frutos Esperados


Realizou-se no passado sábado, dia 11, no Centro Pastoral de Vila Nova de Famalicão, mais um CaféConcerto em Família, promovido e organizado pela Equipa de Pastoral Familiar do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão.

Esta iniciativa enquadrou-se na Mensagem que o Senhor Arcebispo, D. Jorge Ortiga, escreveu no início do Ano da Fé aos jovens, às famílias, aos(às) consagrados(as) e aos sacerdotes. Na mensagem às famílias ele questionava: "Que pedirei às famílias neste ano da fé?". E ao mesmo tempo propunha que as famílias cristãs criassem espaços de encontro para partilharem e reflectirem sobre a fé recebida e a transmitir. Foi isso que aconteceu. Para além da animação musical de Tiago Rocha e do café, do chã e dos doces sobre a mesa, houve também a oportunidade para a reflexão e para o aprofundamento da missão da família cristã nos dias correntes. A reflexão partiu do próprio arranjo floral da mesa que era feito de frutas. Em cada mesa havia um documento com a descrição das características de um fruto. E a partir da mensagem que esse fruto dava à família, perguntava-se: "O que pode dizer à Família a maçã? Em que se parece com a Família? Que significado ela pode dar à família?". Deste e de muitos outros frutos surgiram as mais variadas partilhas e mensagens: unidade, coesão, solidariedade, fortaleza, abertura ao mundo e à sociedade, comunhão de vida, respeito, comunicação e transmissão da vida em todos os seus sentidos, testemunho, responsabilidade, fecundidade, riqueza da diferença e diversidade, prosperidade, frescura e doçura, atenção e cuidado, carinho e ternura, fragilidade e vulnerabilidade…

Também as crianças e adolescentes, num lugar reservado para eles, foram convidados a reflectir sobre a família com base no imaginário dos frutos, ora pintando, ora fazendo recortes, ou escrevendo ou desenhando…

A Câmara Municipal estando também a dedicar todo o mês de Maio à Família, com várias iniciativas, fez-se representar pelo Vereador Dr. Mário Passos, do Pelouro da Família.

Neste evento, estiveram reunidas em ambiente muito familiar e próximo cerca de 100 pessoas, na maioria casais com os seus filhos e filhas, provenientes de todo o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão e de outros Arciprestados da nossa diocese.  

Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.