Avançar para o conteúdo principal

CaféConcerto 2013 - FAMÍLIA: FRUTOS ESPERADOS

Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar, no seguimento do que tem feito nos últimos anos, vai realizar mais CAFÉ CONCERTO em FAMÍLIA.
Esta iniciativa enquadra-se na Mensagem que o Senhor Arcebispo, D. Jorge Ortiga, escreveu no início do Ano da Fé aos jovens, às famílias, aos(às) consagrados(as) e aos sacerdotes.
Na mensagem às famílias ele questionava: "QUE PEDIREI ÀS FAMÍLIAS NESTE ANO DA FÉ?". Tentando dar cumprimento ao que nos interpela, pensamos para mote de diálogo: FAMÍLIA - FRUTOS ESPERADOS.
É uma proposta, com entrada gratuita, para todas as famílias, novas ou adultas, de reflexão, de convívio e seguramente de acolhimento da proposta cristã para a vida matrimonial.
Este evento realizar-se-á no dia 11 de Maio, às 21h, no Centro Pastoral de Santo Adrião, Vila Nova de Famalicão.
A entrada é livre e os pais podem trazer os seus filhos menores pois haverá espaço e "criatividade" para as crianças.
Haverá ainda café (entre outras coisas) para animar o encontro, juntamente com a voz e a guitarra do jovem Tiago Rocha, da paróquia de Santiago de Antas, VNF. 
Participem e tragam muitos amigos!

A Equipa Arciprestal de Pastoral Familiar 

Mensagens populares deste blogue

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis...

Em Setembro passa a ser proibida a eutanásia nos canis como medida de controlo dos cães e gatos vadios. Governo pode vir a estender prazo, porque maioria dos canis não sofreu obras. Em 31 concelhos nem sequer existem.

E se ajudássemos os outros a viver?

Nunca fui autónoma, mas isso não me tornou menos digna em nenhum dos dias, desde que nasci. É por isso que não posso ficar em silêncio, numa altura em que nos preocupamos em como ajudar os outros a morrer.

Eutanásia: Interrupção Voluntária do Amor (IVA)

Nestas últimas semanas, estou em visita pastoral às paróquias mais pequenas do arciprestado de Cabeceiras de Basto. No contexto atual de debate sobre a eutanásia, tenho procurado saudar ainda com mais respeito e carinho os idosos que encontro nos Centros de Convívio, em suas casas ou na Igreja Paroquial na celebração do Sacramento da Unção dos Doentes.