Avançar para o conteúdo principal

15 de Maio Dia Internacional da Família

No dia 15 de Maio, celebrou-se o Dia Internacional da Família, proclamado em Assembleia Geral das Nações Unidas pela resolução 47/237 de 20 de Setembro de 1993, destacando a importância das famílias como unidades básicas da sociedade. O Dia Internacional da Família promove a reflexão e a discussão acerca do conceito de família nas sociedades do mundo inteiro. Este dia serve também para reflectir sobre os problemas económicos, sociais e culturais que afectam as famílias, sem esquecer o problema do decréscimo demográfico que está a afectar as sociedades ocidentais.
Assim, a equipa da Pastoral Familiar de Calendário não podia deixar passar esta data tão importante. Foi nesse sentido que decidimos partilhar convosco a oração do rosário, essa oração tão importante, e continuando a cultivar a devoção e o amor a Maria Santíssima, Mãe de Deus e nossa Mãe.

  O Papa João Paulo II na sua Exortação Apostólica sobre a família, com o titulo “Familiaris Consortio”, apresenta uma esplêndida definição da família, que resume todas as experiências humanas, toda a grandeza da instituição e toda a força da “célula primária e vital da sociedade”. Ele afirma: “A família é o Santuário doméstico da Igreja. Em tal sentido, a família cristã é chamada a santificar-se e a santificar a comunidade cristã e o mundo” (n. 55). Nesta mesma linha o Papa João Paulo II continua: “O FUTURO DA HUMANIDADE PASSA PELA FAMÍLIA”.
Neste sentido, quando uma família reza transforma o mundo. Quando uma família reza, quando uma família se reúne para se dirigir a Deus em oração, é certo que o mundo se transforma, que algo vai mudar nos corações dos membros da família multiplicando-se na vida e nas relações da família humana.
Estamos convictos que recuperar o sentido espiritual da vida e da família é hoje uma prioridade imperativa. Renovemos, pois, os nossos compromissos na edificação da família cristã!
Alfredo e Marta

Mensagens populares deste blogue

Conselhos do Papa Francisco para ir à Missa com crianças

Choros ou gritos das crianças podem atrapalhar, mas a comunidade deve incentivar a participação de toda família.
“Chata!” Respondi à minha avó quando me perguntou sobre o que eu havia achado da Missa. Na época, eu tinha uns seis anos. E olha que cresci em uma família católica, frequentando Missas e catequeses! Recordo que ir à Missa, muitas vezes, representava uma soneca durante a  homilia, pipocas doces e coloridas ou sorvete no fim. Confesso que minha participação não era exemplar, porém, creio que essa liberdade na participação foi ajudando a semear a fé em meu coração e em minha mente.

Papa Francisco recebe em audiência 35 mulheres separadas e divorciadas

Na segunda-feira, 26 de junho, o Papa Francisco recebeu em audiência privada no Vaticano, um grupo de 35 mulheres separadas e divorciadas da Arquidiocese espanhola de Toledo.

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

O Pontífice indicou que é necessário evitar se referir à mulher falando somente sobre a função que realiza na sociedade ou em uma instituição, sem levar em consideração que a mulher, na humanidade, realiza uma missão que vai além e que nenhum homem pode oferecer: “O homem não traz harmonia: é ela. É ela que traz a harmonia, que nos ensina a acariciar, a amar com ternura e que faz do mundo uma coisa bela”. Em sua reflexão sobre a Criação, a partir da leitura do Livro do Gênesis, o Papa Francisco se referiu ao papel da mulher na humanidade.